Marlene uma mulher mais que especial

A história que vou contar aconteceu comigo há uns 2 anos atrás. Sabe aquele dia que a gente está pra baixo e que nada está bom, esse foi o meu dia que vou lhes contar. Saindo do trabalho fui direto pra casa pois não queria conversar com ninguém, o que eu queria mesmo era um bom banho e sossego, e foi o que fiz, cheguei em casa tomei uma ducha demorada e coloquei um filme pra assistir, mais nem o filme estava bom pra mim então coloquei uma calça e uma camiseta e sai sem rumo de moto pra ver se melhorava, dei uma volta pela cidade por uns 40 minutos sem parar, ai lembrei do barzinho de um amigo meu muito aconchegante que ficava afastado do centro da cidade, então rumei pra lá, toda vez que eu ia lá o Beto(dono do bar) guardava (por precaução) minha moto no seu quintal que era do lado.

E eu sempre ficava conversando ou com ele ou com Tania sua esposa que eram muito gente boa. Cheguei e sentei na minha mesa favorita que ficava perto do balcão, pois ali podíamos conversar sem atrapalha-los em atender os fregueses, mais para minha sorte aquele dia não tinha ninguém no bar, então pedi uma lata de cerveja e um Dry Martini e fiquei ouvindo as músicas lindas que ele sempre colocava. Passados alguns minutos vi que entrou uma mulher muito bonita e foi direto no balcão e conversou algo com o Beto, mais eu nem estava prestando atenção no que conversavam, era uma loira de olhos azuis, seios médios bem durinhos (percebi porque os seios e a primeira coisa que observo numa mulher e também porque ela não usava sutiã), bumbum e coxas maravilhosos de dar inveja pra muitas mulheres, depois de alguns minutos ela foi ao banheiro e quando voltou pediu uma bebida, e veio até minha mesa dizendo que hoje ali estava devagar e me perguntou se ela poderia sentar comigo, então eu disse que sim, mais foi só por educação pois na realidade eu estava mesmo querendo ficar sozinha, mais pensei que talvez até seria bom conversar com uma pessoa estranha. Então ela se apresentou como Marlene e que tinha 45 anos.

Na hora que ela me disse sua idade eu até me assustei pois quando ela entrou eu imaginei que ela teria no máximo 30 ou estourando 35 anos. Ela continuou me falando que naquele dia ela estava muito chateada pois tinha terminado um relacionamento de 5 anos, então eu perguntei se ela tinha separado do marido, e ela com um sorriso triste disse que não tinha separado do marido e sim da namorada que tinha ido embora, isso para mim foi a maior surpresa que poderia ter me acontecido naquele dia. Continuamos a conversar, e a cada momento eu ficava mais interessada naquela mulher um tanto quanto misteriosa e um fogo começou a me queimar toda. Então eu abri o jogo com ela e disse que eu era lesbica e que naquele dia eu estava um pouco atordoada sem ao menos saber o motivo, então ela me falou que com ela acontecia a mesma coisa as vezes,

Pedimos outra bebida, e o desejo em ter outra mulher mais velha do meu lado na cama estava martelando na minha cabeça e ficava pensando como seria aquele corpo debaixo daquela roupa, não demorou muito, dei um sinal para o Beto que entendeu o que eu queria e disse que minha mesa no reservado estava arrumada então eu a chamei para irmos pra lá pra podermos conversar mais tranquilas, ficamos por ali conversando por um tempo, quando ela chegou perto de mim, e me deu um beijo demorado, como se há décadas que não fazia isso. Ficamos naquele amasso por algum tempo, então comecei acariciar teu corpo e passar a mão na sua coxa chegando até sua boceta, notei que sua calça estava úmida e comecei a aperta-la, ela suspirava e sussurrava no meu ouvido, foi quando ela me empurrou e falou pra nos irmos para um lugar mais aconchegante onde tivéssemos mais liberdade, eu pensei em convida-la pra irmos pra minha casa, mais antes que eu dissesse qualquer coisa, ela me perguntou se eu estava de carro e eu disse que estava de moto, ela perguntou se tinha como eu guardar a moto em algum lugar e sair com ela, eu disse que sim pois a moto já estava num lugar seguro, então ela levantou e saiu como que ia no banheiro ou coisa parecida 5 minutos depois ela voltou e me puxou pela mão pra sairmos, falei com o Beto que eu iria sair e deixaria a moto ali e quando fui pagar minha conta ele disse que já estava tudo certo, pois a Marlene já havia pago tudo, olhei pra ela com cara de reprovação, mas não disse nada então saímos, indo para um estacionamento, então percebi que ela além de bonita era rica porque paramos perto de um Ford Fusion branco que era a coisa mais linda, saímos de lá, eu fiquei sem saber pra onde iriamos, mais pra mim isso não tinha a menor importância, se eu estava ao lado da coroa mais linda que já tinha visto.

Andamos uns 20 minutos e chegamos num condomínio de casas que era o mais luxuoso da cidade, onde só moravam empresários milionários e alguns artistas que de vez em quando vinham passar o fds por lá. Eu enquanto seguimos para casa dela me perguntava quem era aquela mulher que eu até aquele momento nunca tinha visto. Chegamos numa casa enorme de 2 pavimentos, e entramos na garagem, quando entramos na casa fiquei admirada com tanto luxo e beleza. Seguimos até o andar de cima onde tinha uma sala grande e os quartos, ela disse pra eu sentar no sofá que ela iria preparar algo pra bebermos, logo ela voltou com uma garrafa de vinho e duas tacas e sentou ao meu lado e começou falar um pouco sobre ela, me disse que ela morava em outra cidade, era promotora de justiça, e que estava separada do marido há mais de 10 anos, foi quando ela que já curtia mulheres decidiu assumir essa sua opção sexual, e que há 2 meses seu ex. Marido industriário tinha falecido e deixado como herança pra ela dentre outras coisas, aquela casa e há 15 dias ela resolveu passar uns tempos. Ela me contou toda sua vida (que não vou descrever aqui porque não interessa a ninguém saber neh). Então voltamos à história,

onde ela relatou seu último relacionamento que foi com uma garota de 30 anos e que tinha durado 5 anos e que terminara naquele dia pois ela tinha descoberto uma traição da sua namorada (que também não interessa contar). Continuamos a beber e ela me disse que naquela noite estava meio perdida por causa da traição descoberta e saiu sem rumo e que não queria conversar com ninguém até me encontrar. Então dei uma risada e falei depois de tomar um gole grande de vinho, que eu também estava sentindo a mesma coisa que ela, pois naquela semana no trabalho nada deu certo para mim e o stress estava me matando e que tinha saído para refrescar a cabeça e que também não queria conversar com ninguém, então nos duas demos risadas dos nossos destinos parecidos. Ela levantou e foi no seu quarto, e passados alguns minutos ela voltou vestindo um robe de seda preto curto que era lindo e me deu outro e disse para eu vesti-lo e indicou o seu quarto para que eu pudesse me trocar, quando voltei ela tinha aberto outro vinho e colocado uma música suave. Me sentei ao seu lado e continuamos nossa conversa agora mais descontraída, até que ela se aproximou, me fez um carinho e disse que estava muito carente mais feliz por ter me encontrado, antes que eu respondesse ela me deu um beijo longo e apaixonante, que correspondi do mesmo jeito, abri seu robe e acariciei teus seios que eram durinhos (pois ela tinha aplicado silicone pra aumenta-los), que a deixou arrepiada, desci acariciando sua barriga

até Chegar na sua bucta linda e lisinha, agora sem a calça pra atrapalhar, comecei fazer movimentos leves enquanto chupava teus seios fazendo ela gemer e se entregar totalmente às minhas caricias, então desci minha boca beijando seu corpo todo e beijei em volta da sua bucta e virilha e ela falou num sussurro pra mim a come-la com minha boca e língua, Comecei lamber suas coxas, na parte interior, aproximando da sua bucta carnuda, e logo cheguei no seu grelho que Já estava sensível e duro, ela grudou nos meus cabelos e puxou minha cabeça contra sua bucta pedindo mais, coloquei minha língua quente toda dentro dela enquanto meus lábios acariciava seu clitóris. Até que ela gozou na minha boca, ela relaxou por completo, e disse que também queria sentir meu gozo em sua boca, me levantei, e dei-lhe um beijo passando um pouco do seu gozo pra que ela sentisse seu próprio gosto, ela ajoelhou na minha frente, bebeu um pouco de vinho e começou chupar meus seios com tanta vontade que até os mordia, ai ela me pegou pelo braço e me puxou para o tapete e caiu de boca na minha bucta chupando como uma doida, quando eu estava toda melada ela veio e cruzou suas pernas nas minhas fazendo com que nossas bocetas se roçassem, então começamos rebolar freneticamente como querendo uma engolir a outra, e quando já estávamos quase gozando fizemos um 69 delicioso, ela por cima me chupava e metia seus dedos como uma louca e gritava -vai safada gostosa não para que vou gozar de novo, e quero beber todo seu mel também,

E eu atendi seu pedido e meti minha língua toda na sua bucta e meu dedo no seu cuzinho fazendo ela rebolar de tanto tesão, depois de algum tempo nesse frenesi nos explodimos num orgasmo maravilhoso, e as duas já acabada pelo cansaço, ficamos uns segundos quietas naquela posição, e depois viramos uma pra outra e nos beijamos e nos abraçamos e permanecendo abraçadas por algum tempo, ela me olhou como se tivesse apaixonada, disse que ela nunca tivera uma noite tão maravilhosa como aquela e que jamais iria esquecer de mim e disse também que jamais imaginaria que uma noite que tinha tudo pra ser péssima se tornaria a melhor noite da sua vida, e me deu um beijo e nos levantamos e fomos tomar um banho juntas onde ainda rolou mais algumas coisas, então saímos e fomos pra cama e dormimos até as 10 da manhã pois nenhuma de nós iria trabalhar aquele dia. Então levantamos e fomos tomar outro banho juntas e preparar o nosso café, aí já trocadas ela me levou até o bar do Beto para pegar minha moto. La tomamos um refrigerante e nos despedimos com um longo beijo e eu fui embora toda feliz e irradiante. Bom e isso pessoal espero que gostem.

Gostou do conto? deixe-nos saber com um comentário.
Quer entrar no nosso grupo Whatsapp? Veja aqui como o fazer: Clique aqui.
E se quiser nos enviar o seu conto faça por aqui: Enviar Conto.

Deixe um Comentário. (Proibido divulgar Whatsapp ou emails)

Seu endereço de e-mail nao será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

Contos Eróticos - Contos reais, Contos Hetero, Contos Gay, Contos Traição, Contos Incestos, Contos Fetiches, Contos Sexo anal

error: Conteúdo esta protegido !!